Doce musa

Sem título

Eu te olhando,
por cima dos ombros,
a deslizar e solver
a guloseima.

Enquanto isso
você sorri,
o professor a assoprar as palavras
e o coração queima.

(Bruno Silva – outubro de 2010, para Riane)

Imagem: http://www.flickr.com/photos/bruxadementira

7 comentários:

Tati disse...

Poesia sinestésica com direito a dedicatória em parênteses: não tem como ser menos que lindo!

Cláudio Luiz Almeida disse...

Muito bom. adoro e pratico esses poemas curtos. Sinceramente gostei.

Cláudio Luiz Almeida disse...

Muito bom. adoro e pratico esses poemas curtos. Sinceramente gostei.

Wellington disse...

Muito bacana seu post! Mas, falou em guloseima... me deu fome! ^^

Grande abraço!

http://neowellblog.wordpress.com/nwb-magazine/

William disse...

Bacana seu trabalho.
Siga em frente.
Sucesso

www.tocadowilliam.com

Katrine disse...

Agradecendo a visita.

Adorei teu blog. Estou te seguindo. ^^

Abraços e bom domingo!

Riane disse...

Lindo mesmo, n tenho vergonha de dizer q fiquei toda boba, cheia de orgulho de ter um amigo assim cheio de talento literário.
Dificilmente esquecerei aquela guloseima rsrs


Ah ...
Quem diria q daquela aul entediante ia sair alguma coisa boa rsrs